fbpx

O que é e como tratar o estresse imediatamente

por Bruno Fontana | | ,

Descubra como lidar com o estresse, quais os prejuízos para sua saúde, seus genes, sua vida social, profissional e tudo que engloba este que é um dos principais assassinos do século XXI.

A sua vida hoje é brutalmente mais complexa do que era para seus avós. As preocupações do século passado eram mais simples: estude, trabalhe, constitua sua família e morra.

As preocupações de hoje fazem com que 80% das consultas médicas do mundo tenham como principal causador o estresse, segundo estudos de Harvard.

No século passado não havia ofertas intermináveis de entretenimento e possibilidade como hoje. Não havia a conversa de “viva seus sonhos”, “seja saudável e equilibrado”, busque “desenvolvimento pessoal”, “trabalhe em alta performance”, “cuide o tempo que passa nas redes sociais”, entre tantas outras.

A grande questão é: não nos ensinaram a viver no mundo que estamos vivendo pelo fato de que quem nos ensinou a viver foi criado e influenciado por um mundo industrial, monotarefa e limitado comparado ao mundo globalizado e sem fronteiras de hoje.

O que é o estresse

O estresse é um reflexo. É uma resposta a algo que tenha realmente acontecido ou até mesmo criado pela sua mente. Para a sua mente não existe fora, só existe dentro. O significado que você dá fará com que a sua fisiologia libere a química de forma congruente.

Se barata causa medo em você, uma bomba de cortisol e adrenalina será liberada em sua corrente sanguínea, seus batimentos aumentarão e sua respiração também. Seu corpo entrará em estado de luta ou fuga, um instinto pré-histórico de defesa animal que temos até hoje.

Caso você não tenha medo de barata isso não significará nada e seu corpo não entrará neste estado. Portanto, a forma com que você significa seu trabalho, suas tarefas, sua autoimagem, capacidades e todo o sistema que faz parte da sua vida mudará, inclusive, a química do seu corpo.

Antes de mais nada, o estresse é um sistema de defesa do seu corpo que busca alertar quando algo pode representar perigo ou estar em desequilíbrio. Como todo sistema de defesa, ele possui uma grande intenção positiva: garantir a sua sobrevivência.

O problema é estabelecido quando você não se dedica a ler e interpretar o seu corpo e encontrar quais são os fatores que disparam seu estresse: é uma pessoa? Uma atitude? Um ambiente? Pressão causada por algo? Uma auto exigência? Culpas?

Assim como empresas para crescer de forma sustentável precisam se ater às métricas, quando se fala sobre saúde, doença e estresse é a mesma coisa.

Neste caso, métricas que podem sinalizar que você está sob estresse são o sobrepeso, humor, falhas de memória, dificuldade de dormir, acordar cansado, dores no corpo, dor de cabeça, entre tantos outros sinais que seu corpo dá para comunicar a você que algo precisa mudar.

Dois tipos de estresse

Muita gente acredita que estresse acontece apenas com um alto nível de demanda, cobranças e tensão. Existe o estresse por hiper estimulação, àquele que é a soma dos seus compromissos no trabalho, em casa, com filhos, relacionamento, metas, sonhos, objetivos.

Mas também existe o estresse por inércia, falta de movimento, sensação de que não está fazendo nada relevante para você e para o sistema em que está inserido.

Cargos que trabalham com tarefas repetitivas e pouco desafiadoras são até mais prejudiciais sob o ponto de vida do estresse do que cargos que trabalham diferentes desafios o tempo inteiro.

Há um alto nível de depressão e ansiedade em donas de casa, por exemplo. Pelo fato de que muitas delas sofrem por inércia e tédio em seu dia a dia.

Riscos para sua saúde

Os altos níveis de cortisol e adrenalina lançados à corrente sanguínea de forma regular causam problemas em diferentes órgãos, tecidos e partes do corpo, conforme a particularidade biológica de cada um.

Você traz em seu DNA determinadas propensões, tanto para a saúde quanto para a doença e que podem ser estabelecidas ou não. Algumas pessoas possuem maior tendência à diabetes, outras ao câncer.

Para verificar isso você pode fazer um mapeamento genético ou apenas perguntar para seus pais e avós os casos de doenças da família.

De qualquer forma, níveis elevados de estresse trazem consigo um padrão de destruição de diferente forma em cada órgão ou tecido.

Sistema cardiovascular: infarto do miocárdio, arritmia, hipertensão arterial;

Aparelho digestivo: Úlceras, gastrites, doenças inflamatórias, colites, diarréias crônicas;

Órgãos sexuais: impotência e frigidez;

Pele e anexos: Envelhecimento precoce, lesões urticariformes, queda de cabelo, psoríase, micoses;

Tecido ósseo: Osteoporose;

Cérebro: Depressão e ansiedade, diminuição da memória, aterosclerose de vasos cerebrais, acidente vascular hemorrágico/isquêmico;

Em todo o corpo: Fadiga crônica, dores generalizadas, aumento de peso, alterações metabólicas;

Câncer: por causa da diminuição da imunidade, podendo causar outras doenças mais leves também.

Porém, como se já não fosse danos o suficiente, o estresse também prejudica os relacionamentos interpessoais devido ao seu forte impacto emocional e comportamental. As pessoas ficam menos tolerantes, mais raivosas e com maior tendência a se comportarem de forma instintiva e não racional.

Como tratar seu estresse

Terapia

Como foi dito anteriormente, o estresse pode ter seu foco tanto no mundo real quanto no mundo criado pela mente. Portanto, é importante que você procure ferramentas de autoconhecimento para conseguir se relacionar melhor com a sua realidade e compreender seus próprios vieses cognitivos.

Aromaterapia

O olfato é o único sensor do corpo diretamente ligado ao sistema límbico. Ou seja, ele faz com que o aroma que você sente produza emoções com maior intensidade e velocidade. Por este motivo a nossa memória olfativa é tão aguçada. Por isso a usamos em nossas experiências de bem-estar.

O óleo essencial de lavanda possui propriedades terapêuticas ansiolíticas, diminuindo seu nível de ansiedade e consequentemente estresse. É uma ótima ferramenta para usar em casa, no trabalho e ter sempre dentro da mochila.

Meditação

Meditar pode ser uma tarefa simples. Nossas experiências de bem-estar englobam a meditação de forma prazerosa para que seja ainda mais fácil atingir um estado meditativo. A meditação tradicional também é válida: sente-se, ouça uma música, leve a atenção para algo que lhe ajude a relaxar.

Comece com 5 minutos. Estudos revelam que a meditação traz um resultado imediato para o controle do estresse e ansiedade.

Leia: Os 9 benefícios comprovados da meditação.

Faça uma lista do seu ambiente

Faça uma lista sobre tudo que acontece em seu ambiente e que resulta em sensação de estresse, por menor que seja. O acúmulo de pequenas coisas podem gerar mais estresse no final do mês do que poucos eventos isolados.

Com essa lista, que talvez inclua pessoas te chamando em horários impróprios, coisas que precisa resolver que não são de sua responsabilidade, a pouca conveniência em seu trabalho por ter as coisas distantes e pouco organizadas, entre tantas outras que podem parecer detalhes, mas se mudadas farão o mínimo de diferença.

Massagem, yoga, entre outras práticas corporais

É possível mudar a partir do autoconhecimento, da mente e da psique, mas também é possível mudar a partir da experiência vivencial. A experiência traz consigo uma capacidade sinestésica enorme. Todo o seu corpo acaba se envolvendo com a experiência e de forma vivencial a transformação acontece.

Buscar massagens, aulas de dança, yoga, atividades que gerem prazer e saúde ao mesmo tempo.

Atividade física

O exercício físico é fundamental para a regulação hormonal e expressão gênica de saúde. Melhora sua capacidade respiratória, aumenta sua energia através das mitocôndrias, seu corpo fica mais tonificado e preparado para suas tarefas, sua auto estima se eleva, sua motivação e alegria aumentam por causa da liberação de endorfinas na sua corrente sanguínea.

Método River

Nosso método é a união da aromaterapia, meditação, massagem, música e gratidão. Os benefícios isolados de alguns elementos do método já foram citados acima. Estudos revelam que a gratidão é uma habilidade que pode e deve ser desenvolvida para que o nível de felicidade aumente.

Leia: Os 8 benefícios da gratidão comprovados pela ciência.

O cérebro de pessoas gratas é diferente, estruturalmente, de pessoas que não são gratas. Níveis de estresse são menores nesse perfil de pessoas: felizes e gratas.

Por este motivo trouxemos esse elemento para finalizar a experiência terapêutica que entregarmos e ajudar você a encontrar e reconhecer elementos de sua vida que, em outro momento, poderiam passar despercebidos.

Leia: Desenvolva a atenção plena com esse método.

Sono adequado

Por muito tempo se acreditou que o sono era um ator figurante na vida. Os novos estudos dos cientistas do sono revelam que a mudança no modo com que dormimos pode ter sido a grande responsável pela evolução da espécie.

Portanto, ter um sono reparador é onde tudo começa. O nível de estresse aumenta consideravelmente em indivíduos que dormem menos do que o necessário.

Leia: Sono: nomeado o principal pilar da vida?